Cerveja Gourmet Bar

04/04/2012 at 12:55 AM Deixe um comentário

Cerveja Gourmet - Boteco (amplie)

Cerveja Gourmet - Boteco (amplie)

O Rodando em São Paulo foi convidado pela Cerveja Gourmet para visitar o bar deles localizado na Lapa! \o/
Para quem não conhece, Cerveja Gourmet é um site de vendas on-line especializado em cervejas importadas e artesenais brasileiras. Mas agora além de comercializarem, eles também recebem os fregueses em um bar localizado no bairro Vila Romana. Impossível recusar o convite né? Vamos à nossa visão do bar depois da visita!

Como era um dia de divulgação do bar para blogueiros e imprensa, eles prepararam um menu especial (só de breja brazuca) de degustação:

Bamberg Pilsen (amplie)

Bamberg Pilsen (amplie)

1) Bamberg Pilsen harmonizando com bolinha de queijo crocante. Bamberg é uma micro cervejaria localizada em Votorantim, aqui em Sampa. A Pilsen deles é muito boa (eu não sou nenhuma especialista em brejas mas eu odeio Bavaria e Krill, acho Skol um pouco aguada, encaro Brahma e a Nova Kaiser numa boa, amo Heineken, acho a Bohemia um pouco adocicada, Guiness super enjoada, não sou muito fã de cervejas escuras e gosto muito de Red Ales — assim vocês podem mensurar melhor quando eu falo que achei algo bom ;D) bem típica puro malte. Vale super a pena procurar e experimentar, se você curtir brejas pilsen é claro (acho que a maioria das pessoas que bebem cerveja curtem o tipo Pilsen, que é o mais comum e tem origem na cidade de Pilsen, na República Tcheca). A bolinha de queijo (tipo ouriço) é boa mas nada muito demais: ela cumpriu bem seu papel em ser uma simples bolinha de queijo que realmente tem queijo, e não uma bolinha de farinha com cheiro de queijo! E chegou quentinha com o queijo puxa-puxa que a gente tanto gosta!

Eisenbahn Trigo (amplie)

Eisenbahn Trigo (amplie)

2) Eisenbahn Trigo harmonizando com canapé de lingüiça de Blumenau. Eisenbahn (atualmente do grupo Schincariol) já é uma cervejaria mais conhecida entre os beberrões de cerveja desse Brasil. Localizada em Blumenau (daí combinar com uma lingüiça de lá, entendeu?! :D) o tipo trigo (Weizenbier) deles é beeem levinha e refrescante, bom pra quem curte. Eu gostei, mas entre essa e a Bamberg Pilsen eu pediria uma rodada dupla da Bamberg. O canapé de lingüiça estava demais, bem temperadinho.

Dama IPA (amplie)

Dama IPA (amplie)

3) Dama IPA harmonizando com sanduíche-íche de pernil. Dama é uma cervejaria do interior de Sampa, em Piracicaba. O tipo IPA é totalmente novo pra mim: significa India Pale Ale, e tem origem Britânica. Sem precisar ter paladar muito rebuscado, dá para perceber que ela é mais “encorpada” que as duas anteriores, e eu amei. Ela tem um leve sabor adocicado, mas nada demais (tipo Guiness sabe, forte e enjoada? longe disso). O sanduíche de pernil foi a minha comidinha favorita do menu. Muito gostoso, sal na medida certa, bem molhadinho, do jeito que o pernil tem que ser! Só espero que a versão oficial vendida lá no bar seja maior, hehehe!

Dortmund Stout (amplie)

Dortmund Stout (amplie)

4) Dortmund Stout harmonizando com bolinha de carne na cerveja preta. A cervejaria Dortmund 1842 é localizada em Serra Negra. Stout é um tipo de cerveja escura (favor não confundir com Caracu e tacar um ovo e amendoim nela heim?) geralmente feita com malte de cevada torrado. Foi a que eu menos gostei mas, como eu havia dito anteriormente, não sou muito fã de cerveja escura. Mas olha… das que eu já experimentei, essa foi uma das melhores! O gosto é forte mas não é demoníaco sabe? Porque eu penso que se for pra tomar algo forte, toma whisky (nham) logo de uma vez, mas isso é opinião pessoal. Aos novos navegantes indico que cerveja escura é bem mais tragável em dias frios. No dia que fomos lá estava friozinho então acho que ajudou a combinar. Além do mais, o bolinho de carne na cerveja preta casou perfeitamente com a stout! Eu curti mais o molhinho da carne que a bolinha em si.

Brigadeiro de banana (amplie)

Brigadeiro de banana (amplie)

5) Brigadeiro de banana acompanhado de sementes de maracujá. Show. Comeria uns 10. As sementinhas quebram bem o doce da banana. Parabéns a quem teve essa brilhante ideia.

6) Cafezinho expresso. Gosto de tomar sem açúcar, assim você sabe se o café que estão te servindo é de boa qualidade. E o deles é! 🙂

Ainda ganhamos uma garrafa de brinde (ficou na casa da minha mãe, não lembro qual era a breja, mas era brasileira, claro) do evento para completar o kit que havíamos recebido cerca de umas 2 semanas antes! E compramos também duas garrafas de Duff para experimentarmos depois, mas já me falaram que não vale o preço super salgado de 14 reais por uma long neck.

Duff! (amplie)

Duff! (amplie)

Cerveja Gourmet está de parabéns! Adoramos o bar e vamos indicar para nossos amigos que curtem uma boa cerveja. E agora que São Paulo abraçou a causa das cervejas gourmet, lá é um ótimo lugar para você ir experimentando todos os mais diversos tipos e aprendendo a harmonizar com deliciosos petiscos!

Nossa nota final: 4 (Um pouco fora de mão e com preços mais elevados, porém vale muito a pena!)
Ambiente: 4/5
Atendimento: 5/5
Comida: 4/5
Preço: 3/5

Site: http://bar.cervejagourmet.com/
Endereço: Rua Tito, 400 – Vila Romana, SP
Preço médio por pessoa: $$ (R$20 a R$40) – depende muito das cervejas escolhidas
Horário de funcionamento: Segunda a sexta feira das 09 às 23h; sábado das 09 às 20h.
Aceita: Visa e Visa Electron, Mastercard e Redeshop, Amex, Diners, Visa Vale, Tr, Vr, Sodexho, Cheque Eletrônico e Vr Smart.
Serviço de wi-fi gratuito
Contato: 3675-0761

Segue abaixo o release completo que saiu na imprensa
São Paulo ganha novo conceito em entretenimento – Armazém Cerveja Gourmet oferece serviço único, resgatando o antigo e o tradicional com simplicidade
Desviar o pensamento para coisas diferentes das que nos preocupam e propiciar trocas construtivas, alegrar o espírito e trazer bem estar para a mente e o corpo. Esse foi o ponto de partida para a criação de um modelo de entretenimento diferente. Num só lugar, ambiente alternativo, colaboradores bem humorados, boa bebida, cardápio cheio de tradição e é lógico, pessoas a fim de descontração e boa conversa.
Você pode estar se perguntando: ‘mas o que é?’ ‘é um boteco, um pub, um bar, um empório, um restaurante?’ Poderíamos responder: ‘Não é nenhum deles, mas ao mesmo tempo, um pouco de todos’.
O Armazém Cerveja Gourmet chega para contrariar os manuais, as regras e apresenta um estilo de beber e comer despretensioso, sem muitas formalidades. É um local onde você pode ir sozinho (também), já que o cardápio e atendimento foram pensados para o serviço individual de maneira rápida e fácil. Para Fernando Fares, um dos proprietários da casa “me instiga bastante o fato de São Paulo não dar a devida atenção às casas tradicionais e culturalmente importantes. Vários bares e restaurantes que fazem parte da história da cidade fecharam as portas nos últimos 30 anos”, comenta. Desse ponto partiu a vontade de Fares e de outros empreendedores em resgatar e exaltar detalhes e receitas históricas. “Visualizamos um modelo de entretenimento possível, simples, descomplicado”, completa Fares.
O espaço tem decoração intimista que favorece o convívio entre as pessoas. O grande balcão e as mesas altas foram pensados para serem utilizados pelo cliente e não pelo garçom. A idéia é tirar o aspecto de barzinho e propiciar aproximação entre seus frequentadores. “Queremos valorizar o contato entre as pessoas. Será um ponto de encontro diferente com pitadas de alguns estilos e culturas nacionais e internacionais que conheci nos últimos 30 anos”, declara Fares.

O Armazém é parada obrigatória pra quem gosta de boa bebida, petiscos acessíveis e uma boa conversa. O espaço também conta com algumas opções de vinho, destilados e uma caprichada caipirinha apesar de o foco principal incidir sobre os rótulos de cervejas.
A decoração do espaço é repleta de detalhes. Com tijolos a vista, madeira de demolição e piso de cimento queimado e ladrílho hidráulico, o rústico vem propositalmente para remeter ao antigo, ao clássico, ao saudosismo. O grande balcão e as mesas ficam na mesma altura o que propicia interação entre as pessoas, que mesmo sentadas ficam no mesmo campo de visão das que estão em pé. Detalhe para as banquetas com toque moderno, que podem não ter o mesmo apelo visual, mas são confortabilíssimas.
O tamanho reduzido da casa é proposital, com o objetivo de criar um ambiente acolhedor e aconchegante, e que pareça preenchido mesmo com poucas pessoas. A cozinha e a loja de cervejas (sim, além de tudo isso, tem uma loja/empório com mais de 250 rótulos de cervejas nacionais e estrangeiras para o cliente levar pra casa ou degustar ali mesmo) fazem parte do mesmo ambiente do salão. “É como se fosse um bar com conceito de loft”, diz Fares. A casa abre cedo para o cafezinho e funciona até a noite.
O cardápio é simples, mas bem feito. Sem invenções de receitas, serão comidinhas do dia a dia, só que com qualidade e esmero no preparo. A maior parte pensando no consumo individual e naquele “belisquinho” de passagem. A carta de cervejas sugeridas será reduzida e por estilos, a fim de facilitar a escolha do cliente. É uma seleção pensada com muito carinho para atender todos os gostos, bolsos e conhecedores ou não do assunto, e, não por acaso, isenta de influências comerciais, já que a casa não tem exclusividade com nenhum fabricante. Grande parte dos rótulos de cervejas será de artesanais brasileiras pretendendo atuar como difusores da cultura cervejeira no país. A menina dos olhos da casa é um sistema de cooler exclusivo que refrigera cervejas em até 10 minutos, caso o cliente queira escolher um dos 200 rótulos disponíveis na prateleira.
No Armazém Cerveja Gourmet, uma das idéias principais é aproximar pessoas de várias faixas etárias, exatamente para que haja a troca de experiências de gerações diferentes. O pai de família voltando pra casa ‘tomando uma’ ao lado de quem se prepara para ir para a balada. É esse o espírito da coisa. Unir culturas diferentes e gerar experiências comportamentais únicas.
No cardápio, destaque para os Salgadinhos como as Crocantes Bolinhas de Queijo, Mini Acepipes (parmesão em lascas, salame e copa, ovo de codorna e azeitona), Galetinho Aperitivo (desossado, feito na TV com alho e limão) e Espeto de Legumes e Shitake na chapa. Para ajudar na hora de harmonizar as comidinhas com o melhor estilo de cerveja, a casa dispõe de um Beer Somelier, Guilherme Balbin, que além das dicas também irá contar um pouco sobre o processo de fabricação de cada uma, curiosidades sobre o universo cervejeiro e muito mais.

Anúncios

Entry filed under: Bares. Tags: , , , , , , .

Fazenda da Comadre em Paraíbuna Comida das arábias em um restaurante com influências palestinas: Maramiah

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Um brinde a vcs que leem nosso blog!

dani e dan

Veja mais resenhas no…

Rodando em SP logo

%d blogueiros gostam disto: